LOADING

Type to search

Uncategorized

5 livros nacionais para ler agora

Rafaela Paludo 23 de setembro de 2015
Share

O post de hoje faz parte do projeto de Blogagem Coletiva do qual estou participando, o Literatura em Movimento. O que acho mais bacana nesse tipo de projeto é que podemos conhecer a opinião de vários blogueiros acerca de uma mesma temática, além de observar como cada um interpreta o assunto à sua maneira.

logo

Em setembro, pudemos escolher entre três temas diferentes. Eu resolvi recomendar 5 livros nacionais que você precisa ler. Não são meus livros nacionais preferidos de todos os tempos, mas atualmente são os primeiros que me vêm à cabeça quando alguém pede uma recomendação. Vamos lá?

p-f-antonio

F, de Antônio Xerxenesky
Não sei exatamente o que me chamou atenção nesse livro, se a capa maravilhosa ou a sinopse que falava sobre Cidadão Kane. Só sei que foi um daqueles casos que entrei em desespero ao terminar de ler, por não ter com quem comentar! F conta a história de Ana, uma mulher de 25 anos que foi treinada pelo seu tio e por guerrilheiros para ser uma matadora de aluguel, em plena época da ditadura militar. Conhecida por executar seu trabalho com maestria e sem levantar suspeitas, Ana recebe um trabalho inusitado: matar o famoso diretor de cinema Orson Welles.

Se você é chegado em referências do universo pop, cinema, teorias conspiratórias e uma pitada de fatos históricos para ajudar na ambientação, vai amar esse livro. Garanto que ele é diferente de tudo que você já leu.

20140804_FCdP_LiçãoDeAnatomia_layout_005

A lição de anatomia do temível Dr. Louison, de Enéias Tavares
Imagine a cidade de Porto Alegre com uma roupagem steampunk. Agora, insira nesse cenário personagens de livros clássicos da literatura brasileira, como O cortiço, O alienista e Noite na taverna. Demais, né? O autor Enéias Tavares foi vencedor do concurso Fantasy, da editora Casa da Palavra, por onde publicou o livro.

Em A lição de anatomia do temível Dr. Louison, nós acompanhamos o jornalista Isaías Caminha, enviado a Porto Alegre para cobrir a prisão de Antoine Louison, acusado de cometer diversos assassinatos. Enquanto tenta fazer seu trabalho, Isaías é surpreendido por pessoas misteriosas que parecem saber mais sobre ele do que deveriam. Até que, na noite anterior à sua execução, Louison escapa do Hospício São Pedro para Lunáticos Incontroláveis e Histéricas Perigosas, onde estava preso, deixando para trás um assombroso mistério.

Eu, particularmente, achei a ideia de Enéias Tavares muito boa! Como porto-alegrense, é muito legal identificar cada cantinho dos cenários. Recomendo tanto para quem já é fã de steampunk como para quem quer conhecer algo do gênero.

p-cortico

O cortiço, de Aloísio Azevedo
Nossos autores contemporâneos são excelentes, mas eu não poderia deixar de incluir um clássico nessa lista. Para ser sincera, até esqueço que O cortiço é uma daquelas leituras obrigatórias de vestibular. Li ainda no ensino fundamental e creio que foi o primeiro livro que fez eu sair do meu mundinho. Percebi que nem todas as pessoas possuíam as mesmas oportunidades na vida, que o sistema é injusto, etc.

É um livro de mais de 100 anos e que se mantém atual (por isso é considerado um clássico, dã). Acho mais do que justo que continue na lista de leituras obrigatórias dos maiores vestibulares. Uma curiosidade: O cortiço foi tema da redação quando fiz vestibular na UFRGS, em 2008. Acabei me dando bem nesse quesito, sem querer, hehe!

Um brasileiro em Berlim, de João Ubaldo Ribeiro
Não é segredo que sou fã do humor impiedoso de João Ubaldo. Um brasileiro em Berlim reúne 16 crônicas escritas durante os 15 meses que o autor viveu na Alemanha. As comparações feitas entre Brasil e Alemanha são hilárias, com observações muito acertadas.

Se você ainda não leu nada do autor, eu recomendo muito Um brasileiro em Berlim. Foi meu primeiro livro do João Ubaldo! É uma leitura rápida e divertida, em que você já pode ter noção se gosta ou não do estilo do autor.

p-rio-noir

Rio Noir, organizado por Tony Bellotto
Esse é um livro que reúne 14 contos ambientados no Rio de Janeiro. Como o próprio nome sugere, todas as histórias envolvem crimes ou mistérios. Alguns contos são mais realistas e acontecem nas favelas, com crimes relacionados ao tráfico e à polícia corrupta. Outros seguem bem o gênero noir, com detetives e investigações cheias de reviravoltas.

Eu devorei Rio Noir em poucos dias, e os contos são daqueles que você nunca quer que acabem. Sempre recomendo histórias policiais para quem está começando a ler ou está passando por uma ressaca literária. Não esqueça de conferir o post com 5 dicas para ler mais.

Se você já leu algum dos livros acima, conte aqui nos comentários o que achou. Também sinta-se livre para sugerir obras nacionais que você tenha gostado. Boas leituras!

Tags:
Rafaela Paludo

Apaixonada por livros, dias chuvosos e xícaras de chá.

  • 1

You Might also Like

7 Comments

  1. Juliane 24 de setembro de 2015

    Rafa, já leu ‘Fim’ da Fernanda Torres? É um bom livro nacional que eu curti muito, mesmo pq não esperava muito dela (levando em conta só a profissão de atriz).
    Dentre esses que você citou não li nenhum. Nem o Cortiço (mesmo tendo caído no meu vestibular xD)
    Fiquei curiosa com o F, acho que a capa ajudou bastante, dos outros nenhum conquistou muito meu coração :/
    Infelizmente e curiosamente, acho muito difícil me identificar com a leitura nacional e isso até chega a ser triste. Porém estou tentando começar pelos livrinhos mais interativos e engraçados, quem sabe um dia?
    Beijos Rafa!

    Responder
    1. Rafaela Paludo 25 de setembro de 2015

      Sempre passo por esse livro “Fim” na livraria, acho a capa muito bonita! Vou procurar ler, até porque me senti super culpada depois de fazer essa lista, por não citar nenhuma autora :-(

      Ju, eu vou te passar o ePub de F pra dar uma forcinha na tua curiosidade, haha! É um livro super rapidinho de ler, tem umas 200 páginas. Terminei de ler e já queria saber tudo sobre o Orson Welles, ver todos os filmes e tal (depois passou hahaha).

      Beijos, Ju!

  2. Helena Dias 25 de setembro de 2015

    Oi, Rafa. Adorei as escolhas.

    Já tinha ouvido fala desse Rio Noir, mas não sabia bem do que se tratava. Depois da sua dica, vou colocar nos desejados!! Rsrs

    Beijos.

    Responder
  3. Julielton Souza 25 de setembro de 2015

    Não vou nem citar o fato de ter escolhido um clássico, como disse na postagem da Nuccia, achei que ninguém fosse optar por um e acabou que vocês duas escolheram o mesmo.
    Agora quanto ao restante, menina que coisa maravilhosa é essa: A lição de anatomia do temível Dr. Louison, de Enéias Tavares. Caraca, apaixonei neste livro, eu simplesmente adoro essas mesclagens de histórias, e com certeza steampunk é um dos gêneros mais legais já criados.

    Responder
  4. Nuccia 28 de setembro de 2015

    Oi Rafa!
    Adorei suas indicações!
    Interessante como Porto Alegre surge nos livros que mais me interessam atualmente… Preciso ir conhecer a cidade… rsrs
    O Cortiço é um dos meus livros preferidos ‘ever’!
    Parabéns pelo blog!
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    Responder
  5. Ana Karina Silva 4 de outubro de 2015

    Oi, Rafa!!!
    Que ótimas indicações! Confesso que só li “O Cortiço”, mas fiquei muito interessada em ler F, de Antônio Xerxenesky e A lição de anatomia do temível Dr. Louison, de Enéias Tavares, pois achei eles muito diferentes de livros que já li!
    Muito bom o teu texto (como sempre). Estou muito feliz com a tua participação no nosso projeto! :)
    Beijo, beijo.
    Karina
    http://daliteratura.com.br

    Responder

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *