A importância da jornada – Especial: Em Algum Lugar nas Estrelas

estrelas-cabec

Hoje encerramos a semana especial de Em Algum Lugar nas Estrelas, mas o sorteio vai até semana que vem. Portanto, não perca a chance de levar para casa esse livro incrível! Clique aqui para participar do sorteio.

Quando planejei o conteúdo dessa semana, pensei no post de hoje como uma coletânea das frases mais marcantes de Em Algum Lugar nas Estrelas. Aconteceu que, após separar minhas passagens favoritas, eu me dei conta que todas elas versavam sobre a mesma temática: a importância da jornada, mais do que chegar no destino de fato.

Às vezes, é melhor não ver todo o caminho que se estende diante de você. Deixe a vida surpreendê-lo, Jackie. Há mais estrelas por aí do que as que já têm nome. E todas são lindas.

Esse é um tema pelo qual eu tenho muito apreço, pois é algo que levo como uma filosofia de vida. Ao invés de arrancar os cabelos por não alcançar um objetivo específico, prefiro me divertir com os pequenos aprendizados que tenho todos os dias, enquanto me esforço para conquistar o que almejo.

estrelas02

Os que quase se deixam consumir pela caçada, os desesperados, digamos, por aquilo que acham que procuram, normalmente estão bem longe do que de fato estão procurando. É verdade, também, que às vezes eles não estão procurando nada, mas fugindo de alguma coisa.

Um assunto que vivo conversando com amigos próximos é a frustração vivida pela nossa geração para alcançar um certo padrão de qualidade de vida onde trabalho deve significar diversão e uma certa plenitude espiritual. A maioria de nós cresce e descobre que, bem, a vida não é um algodão-doce. Trabalhar não envolve criar um projeto inovador toda a semana, como acreditávamos que seria na faculdade (o pessoal da indústria criativa vai me entender aqui). E é na frustração de não criarmos coisas absurdamente incríveis agora que afundamos a nossa capacidade de perceber como as pequenas coisas podem ser uma semente para algo grandioso no futuro.

O que é mais importante, pensei. Procurar ou encontrar?

Eu acredito que procurar seja mais importante do que encontrar. Afinal de contas, nós raramente sabemos o que queremos encontrar (e Douglas Adams fez a melhor analogia da humanidade dizendo que a resposta para tudo é 42). A jornada de procurar nos ensina mais que qualquer conquista. Mais do que isso, nos prepara para o momento em que encontramos algo. Seja um trabalho, uma viagem ou qualquer outra coisa.

Não pretendo transformar esse texto em autoajuda, mas queria aproveitar que Em Algum Lugar nas Estrelas é um livro tão positivo para passar uma mensagem: não desanime se a vida não está correndo como você esperava. Ao invés disso, tente aprender ao máximo todos os dias com as suas vivências, e dê o seu melhor em tudo o que fizer. No futuro, quando você olhar para trás, vai perceber como foi útil ver a vida com olhos curiosos ao invés de ficar aborrecido(a) por não ter algo que você sequer sabia o que era.

estrelas07

Ligar os pontos. Minha mãe dizia que olhar as estrelas tinha a ver com isso. “lá em cima é como aqui embaixo, Jackie. Você precisa procurar as coisas que nos conectam. Encontrar os jeitos com que nossos caminhos se cruzam, nossas vidas se interceptam e nossos corações se encontrem.

Acompanhar a jornada de Jack e Early no livro Em Algum Lugar nas Estrelas reforçou três lições em minha vida: seja gentil com as pessoas, nunca desista e preste atenção na sua jornada. Ela está repleta de ensinamentos que você não pode deixar passar.

A Beleza de uma Única Estrela
de Elaine Gallagher

As estrelas em seus cursos
Iluminam e guiam,
viajantes e andarilhos
para seguirem adiante.
Mas antes de Plêiades e Orion,
Antes de menores e maiores,
Eram só estrelas em seus cursos,
Cantando seus louvores.
Em uma só estrela há beleza suficiente,
Pura admiração, fascínio e esplendor,
Para levantar os olhos, estender os braços,
E permanecer, humilde,
agradecidos por elas de fato.

Abaixo, vou deixar a lista completa com todos os conteúdos da semana especial de Em Algum Lugar nas Estrelas. Não deixe de conferir tudinho:

Desejo a todos vocês uma ótima jornada, dentro e fora dos livros! ♥

Posted by Rafaela Paludo

Apaixonada por livros, dias chuvosos e xícaras de chá.

3 comments

  1. A vida não é um algodão doce mesmo, mas ela tem doçuras que a gente muitas vezes deixa passar por não se permitir olhar para o lado. Gaiman sempre fala que ao invés de preocupar com o próximo job, o próximo prazo, o próximo problema, a gente tem que olhar pro lado e apreciar a jornada. Até pq a gente nunca sabe se vai chegar no destino, de fato. Que nem as pessoas que trabalham 18 horas por dia pra ganhar dinheiro e passam as outras 6h dormindo – e aí o dinheiro que ganhou faz o que?

    Lindo o seu post, acredito que versou perfeitamente com o tema do livro. Parabéns, Rafa <3 Beeeijos!

  2. Bom dia,

    Eu já estou namorando esse livro faz um bom tempo….kkkk….li muitas resenhas positivas e a sua só reforça ainda mais a qualidade do livro, a cada resenha que leio minha curiosidade só aumenta….bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

  3. Oi, Rafa! Tô devendo essa visita aqui faz tempos! Já imagina que me vendeu “Em Algum Lugas nas Estrelas” quando mostrou as ilustrações da folha de guarda com aquele planisfério celeste lindo, cheio de constelações, no vídeo, né? :D Acompanhei as postagens da Semana Especial (só preciso duma impressora decente para montar aquele poster lindo!) e mesmo se não ganhar o sorteio, já estou mais do que interessado na história de Jack e Early!
    Sobre a importância da jornada, não faz muito tempo que descobri que todas as grandes histórias, aquelas que mais nos tocam e transformam, tratam justamente desse tema. Vale lembrar que nem sempre precisamos carregar todo o peso do mundo nas costas por isso (a não ser que você seja o Atlas) e que nos momentos mais difíceis podemos contar com os outros, afinal o que seria de Frodo não fossem Sam e os demais membros da Comitiva do Anel. E o que é a vida senão a maior das nossas jornadas, em que por algum tempo e espaço num universo praticamente infinito nos é permitido experimentar e vivenciar das mais variadas formas possíveis? Saber aproveitar ao máximo e com sabedoria essa oportunidade única (na verdade um privilégio) é o maior dos segredos e não há outro jeito de descobrí-lo senão vivendo. É a jornada quem vai dizer quem somos, nos fará descobrir a nós mesmos e isso por si só já é fascinante!
    Minha nossa! Acho que já filosofei demais! Enfim, amei os quotes e as lições aprendidas aqui. Ser gentil, não desistir e ficar atento à jornada são pontos para serem lembrados sempre! Beijos e parabéns pelo ótimo trabalho tanto no blog quanto no canal! ! o/

    Airechu
    Navegador da nave Interlúdio, navegando pelo Multiverso X
    http://www.multiversox.com.br

Leave a Reply

Required fields are marked *.