LOADING

Type to search

Uncategorized

A natureza misteriosa de Jeff Vandermeer

Rafaela Paludo 2 de setembro de 2015
Share

Quando vi o livro Aniquilação pela primeira vez, fiquei encantada com a belíssima arte da capa. A tipografia, a ilustração e o efeito verde brilhante fizeram com que eu automaticamente me interessasse em saber do que se tratava aquela história. Talvez eu seja do time que julga um livro pela capa, fazer o quê. Aniquilação é o primeiro livro de uma trilogia chamada Comando Sul. O segundo livro, Autoridade, também já foi publicado pela Editora Intrínseca.

aniquilacao-autoridade

Em Aniquilação, nós acompanhamos a décima segunda expedição enviada para a chamada Área X, uma área isolada do restante do mundo, onde a natureza consumiu todos os vestígios da presença humana. Vários mistérios cercam as expedições anteriores, como quando os integrantes cometeram suicídio, e outra vez que mataram uns aos outros. O novo grupo é formado por quatro mulheres: uma psicóloga, uma antropóloga, uma topógrafa e uma bióloga, que é a narradora da história. As personagens foram instruídas a não utilizarem seus nomes, para que isso não interferisse no objetivo da missão.

Logo no primeiro capítulo, a bióloga nos situa no universo do livro, e foi então que meus problemas com a narrativa começaram. Ao invés de me sentir na pele da personagem principal, eu senti como se a bióloga fosse o próprio autor me contando sua ideia sobre a história que tinha em mente. Nós descobrimos que as expedições à Área X são coordenadas pelo Comando Sul, uma espécie de organização militar que guarda as fronteiras do lugar com o mundo “normal”, onde vivem os humanos. As expedições são enviadas com o objetivo de mapear a Área X e colher amostras da fauna e flora, complementando o conhecimento da humanidade sobre essa zona tão misteriosa.

624F5E3D-96D3-403A-9B2C-EB2CBB4C5EE1

Como era de se esperar, dado o histórico das expedições anteriores, coisas estranhas começam a acontecer logo que as mulheres montam seu acampamento na Área X. Apesar de se esforçarem para manter a camaradagem, fica claro o clima de desconfiança no ar. Além disso, todas estão com medo das mudanças que o lugar pode causar em seus organismos.

É com muita tristeza que afirmo: esse foi o livro mais monótono que li nesse ano. As personagens e as situações são descritas com frieza, o que dificultou meu apego pelos elementos do livro. Não rolou nenhuma identificação da minha parte com as motivações da protagonista. A bióloga, que nos conta a história, é uma personagem que dá pouca ou nenhuma importância para as relações humanas. Chega a ser frustrante acompanhar seus flashbacks, onde ela conta como não se interessava pelas pessoas e seus sentimentos. Assim fica difícil de te defender, amiga!

38970F9E-1FE6-450A-B156-9BB471F09F2A

Apesar da monotonia, tenho que dar o braço a torcer e dizer que a ideia do autor, Jeff Vandermeer, foi bem original. Quando você suspeita que um determinado acontecimento possa significar algo, e achar que entendeu o mistério da história, a bióloga logo considera essa mesma hipótese e a descarta. Seja lá o que esteja por trás da Área X, com certeza é algo diferente do que já vimos por aí em outras histórias de ficção científica.

Os direitos da adaptação cinematográfica de Aniquilação já foram adquiridos pela Paramount Pictures, então logo teremos um filme por aí. Espero que ele me cative mais que o livro, o que seria algo inédito na minha vida! Ainda estou tentando entender o que aconteceu comigo durante a leitura de Aniquilação. Talvez eu estivesse esperando algo diferente, ou talvez a maneira que o autor escolheu para contar a história não tenha funcionado comigo. Infelizmente, minha jornada pela Área X terminou em Aniquilação, e não pretendo continuar em Autoridade.

6D2B8ED9-1FBA-431E-B3A1-D7AD928E1C1F

Se você está lendo esse texto e conhece Aniquilação, deixe nos comentários o que você achou da história. Se ainda não leu, espero que minha opinião não te desencoraje a ler e tirar suas próprias conclusões. E se você amou o livro, ficarei feliz em ser convencida de que na verdade entendi tudo errado, hehe. Boas leituras!

SELO_BLOGSPARCEIROS_2015

Tags:
Rafaela Paludo

Apaixonada por livros, dias chuvosos e xícaras de chá.

  • 1

You Might also Like

4 Comments

  1. Gabriele 7 de setembro de 2015

    Vamos ajudar na campanha para a Editora Intrínseca publicar o último livro da Saga WondLa? Só falta um para terminar a série, ela não pode ficar abandonada assim. Vamos usar a hash ‪#‎TerminaWondLaIntrínseca‬ na página da Editora, para ver se ao menos eles nos dão uma data e não esquecem? Espero que possam ajudar! #TerminaWondLaIntrínseca ‪#‎EditoraIntrínseca‬

    Responder
  2. Juliane 9 de setembro de 2015

    Ai Rafa, e se eu te disser que não foi só com você? Também não gostei nem um pouco desse livro?
    Ganhei num desses sorteios que a Intrínseca faz no twitter e estava louca de curiosidade, prometia ser uma ficção cientifica de prato cheio!
    Mas poxa vida, que decepção :/ que livro chato, a história não era nem um pouco envolvente e por mais que eu quisesse continuar a leitura para descobrir o lance todo do mistério, não consegui terminar a leitura. De fato, acho que não consegui chegar nem na metade do livro.
    Também não tenho planos para ler as continuações, mas talvez eu assista o filme (que nem sabia que existiria!).
    Obrigada por não ter curtido o livro, estava achando que eu tinha sido a única pessoa!
    Beijos Rafa!
    (PS: trouxe lembrancinha da Bienal <3)

    Responder
    1. Rafaela Paludo 10 de setembro de 2015

      JU ME ABRAÇA hahaha! Nossa, estou tão feliz de saber que mais alguém estranhou esse livro. Demorei uma semana pra ler, e olha que é bem fininho. Simplesmente não consegui mergulhar na história :-(

      Ai, meldels, comassim lembrancinha? Assim fico emocionadaaa! Vou ler agorinha teu post contando como foi por lá, estou curiosa! Acompanhei as fotos pelo twitter :-)

      Beijão, Ju!

  3. Claudia 28 de dezembro de 2015

    Oi Rafaela!
    Tava lendo sua postagem e precisava dar minha opinião. Eu gostei muuuuito do primeiro livro e não via a hora de ler o segundo. Eu acho que vcs que não gostaram talvez não tenham conseguido absorver a postura da bióloga. Acho que pq eu sou quase uma, entendo ela. A gente é tão apegado às outras formas de vida, que o ser humano se torna meio que algo desprezível. E também tem o fato de ela ter problemas psicológicos por causa dos pais sem noção dela. Foi isso que o autor quis passar. Tanto que o segundo livro é bem diferente, os personagens. Ok que a narração é um tanto cansativa e meio enrolada, mas mesmo assim, acho q o mistério está mantendo minha vontade de ler tudo até o fim.
    Espero que minha opinião tenha ajudado, não a gostar, mas pelo menos pra ser uma outra opinião pra somar.
    BeijOs, adorei seu texto e a notícia que irá virar filme, q eu nem sabia…

    Responder

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *