LOADING

Type to search

Diversos Séries

Você confia no Demônio?

Rafaela Paludo 22 de março de 2016
Share

Um tiro atrás do outro, esse será o ano de 2016 em termos de produções relacionadas a quadrinhos. Em fevereiro, Deadpool surpreendeu positivamente (confira a resenha clicando aqui), conquistando uma legião de fãs que sequer já abriu um quadrinho do anti-herói (isso, de maneira alguma, é algo negativo). Eis que, em março, chegamos ao próximo e aguardadíssimo item dessa lista: a segunda temporada de Demolidor na Netflix.

daredevil-s2-01

Acabei de assistir ao último episódio, então podem esperar por uma resenha cheia de feels. Não consigo imaginar uma maneira melhor de falar sobre a série que não seja com os sentimentos à flor da pele.

Eu já contei aqui no blog que Demolidor foi uma série marcante na minha vida. Graças a ela, redescobri o gosto pelos quadrinhos e mergulhei em um universo que pouco havia explorado até então – o universo Marvel. Isso resume bem o quanto eu gostei da primeira temporada de Demolidor, além do quanto eu esperava dessa nova temporada. Resolvi dividir minhas impressões em itens, pois assim poderia apontar direitinho as coisas que me agradaram. Vamos lá?

daredevil-s2-02

Justiceiro
Frank Castle roubou a cena desde que sua participação na série foi confirmada. Durante a temporada, os diálogos do personagem e a atuação incrível do Jon Bernthal garantiram um lugar especial para o Justiceiro no imaginário dos espectadores. A não ser que você seja uma alma abençoada como Matt Murdock, garanto que seus princípios serão abalados pelas ações de Frank.

Pelo pouco que conheço do Justiceiro, sei que ele é um cara objetivo, persistente e inabalável. Em Demolidor, nós sabemos que sua família foi assassinada e por isso ele está atrás de vingança. Fiquei muito satisfeita com a dose correta de sofrimento que deram para o Frank na série, onde em nenhum momento o ocorrido com sua família parece o enfraquecer. Sem dúvida, ele será o novo queridinho de muitos em se tratando de MCU (Marvel Cinematic Universe). Prepare-se para ver muita gente com camiseta do Justiceiro andando por aí já estou providenciando a minha.

daredevil-s2-04

Elektra
Ao contrário de Jon Bernthal, Elodie Yung não foi tão bem aceita logo de cara pelos fãs como a ninja assassina e sedutora. Felizmente, ela sambou na cara de Hell’s Kitchen, trazendo uma Elektra misteriosa, espontânea e letal. Nós já acompanhamos bandidos, policiais corruptos, gângsters, traficantes, etc. Elektra traz para a série o tom místico que ainda não havia sido explorado nessa adaptação.

daredevil-s2-03

Karen e Foggy
Chegou um ponto no meio da minha maratona que eu falei: cancela Demolidor, já podemos chamar a série de Karen e Foggy! Nada me deixou mais feliz do que ver esses dois personagens existido muito além de Matt Murdock ou do Demolidor. Ambos são catalisadores de seus próprios acontecimentos e estão anos luz de serem as donzelas que precisam ser salvas pelo protagonista.

A Karen de agora dá continuidade à personagem independente mostrada na primeira temporada. O desejo pela verdade faz com que ela acabe envolvendo-se em situações perigosas, o que só faz aumentar sua coragem e determinação. Foggy, por sua vez, reluta em aceitar que as coisas estão mudando e que não pode contar sempre com seu amigo e sócio. Confesso que me identifiquei com o perfil trouxiane dele, sempre dando uma segunda chance para a vida e as pessoas. No fim das contas, mesmo sem super poderes, Foggy acaba salvando o dia à sua maneira.

daredevil-s2-05

Demolidor
Nessa temporada, ao invés de desejar que o Demolidor apareça logo, você vai querer que ele suma! Perdi as contas de quantas vezes ele atrapalhou o serviço do Justiceiro. Apesar do aborrecimento, isso foi excelente. Na segunda temporada, o Demolidor consolida-se como o herói dos quadrinhos que luta para que a lei seja cumprida.

Como eu comentei acima, o Homem Sem Medo cumpre um papel moderado no desenvolvimento dos acontecimentos da série. Isso, além de valorizar os demais personagens, é positivo para o próprio herói. Quando o Demolidor faz-se necessário, isso não acontece somente por ele ser o protagonista da série, mas sim porque a situação requer sua intervenção indiscutivelmente. Os roteiristas fizeram valer a complexidade psicológica do personagem, explorando seu universo com maestria ao longo dos novos episódios.

daredevil-s2-07

Para finalizar
A segunda temporada de Demolidor é um organismo vivo que pulsa por todos os lados. Para onde você olhar, verá uma história interessante a ser explorada, mesmo se tratando de personagens sem muito tempo de tela.

Falando de fotografia: os planos, os ângulos e as paletas de cores estão de tirar o fôlego. A primeira temporada já se destacou nesse quesito das demais produções live action de super-heróis, mas a segunda temporada consegue ser ainda melhor. Os diálogos são marcantes, proferidos em planos fechados que fazem o espectador sentir-se no meio do fogo cruzado – das ações e das palavras.

E você, já fez a sua maratona de Demolidor? Conte nos comentários o que você achou, ou quais são suas expectativas para essa temporada. Quando sua fé fraquejar, não esqueça: in the Devil we trust.

Tags:
Rafaela Paludo

Apaixonada por livros, dias chuvosos e xícaras de chá.

  • 1

You Might also Like

3 Comments

  1. Ace Barros 23 de março de 2016

    A flor da pele! Sua resenha realmente pode ser resumida dessa forma tamanha é a empolgação que pode ser vista em cada palavra. Eu gostei de todos os pontos por ti levantados, MAS a Karen me tira do sério. É o tipo de personagem que só sobrevive com base na sorte e me irrita profundamente se colocando em perigo a toda hora, MAS entendo a utilidade dela na narrativa. =p
    Demolidor é para mim a melhor série de herói por conta dos arcos fechados e episódios que desenvolvem uma mesma trama sem a enrolação que séries como Arrow ou Flash tem. Não existem episódios para tapar buraco, cada um acrescenta algo novo.

    Responder
  2. Marina Menezes 25 de março de 2016

    Estou no sexto episódio, e amando demais a série! Tá até difícil de levar Arrow a sério depois dessa série, e olha que eu amava Arrow hahaha’

    Responder
  3. Juliane 10 de maio de 2016

    SHANE SHANE SHANE SHANE! Meu personagem favorito no seriado todo foi o Shan.., digo, Franke Castle, AKA Justiceiro!
    EU
    NÃO
    POSSO
    ESPERAR
    PELA
    SÉRIE
    SOLO
    DELE!
    Mas tem a Elektra também e eu amei ela!
    RESUMINDO: eu gostei de todo mundo hahah
    Sobre o céu negro: eu estava esperando aquela revelação lá mesmo ein, que bom que aconteceu e o que vem a seguir são cenas do próximo capitulo!
    Está mais que aprovada!
    Beijos!

    Responder

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *